Você realmente conhece o mundo em que vive?

Há alguns meses fiz um trabalho escolar sobre “Aquecimento Global”. Exatamente, essa causa que todos nós estamos cansados de ouvir falar, muitos diriam até serem peritos nesse tema tão abordado e ao mesmo tempo tão esquecido.
O trabalho era baseado em um documentário chamado “An Inconvenient Truth” (Uma Verdade Inconveniente) que sita todas as causas que colaboram para o aquecimento global.

Todas as causas?

Não exatamente. Lendo um blog me deparei com esse mesmo assunto que acabara de estudar. Mas entre todos esses contras da evolução humana que contribuem para a destruição do planeta, havia uma razão que poucas pessoas imaginariam ter tamanha gravidade e muitos até desconhecem ser uma causa do aquecimento global. A pecuária.
Essa questão foi banida do documentário “An Inconvenient Truth” por motivos políticos.

Link do blog citado: http://todosnosvamosmorrer.wordpress.com/

A contribuição da pecuária com o aquecimento global não pode ser esquecida!

Um outro documentário sobre aquecimento global surgiu “Meat The Truth” e nesse documentário a questão da pecuária foi centralizada.

Retratando as conseqüências do consumo excessivo da carne.

E pra quem pensa que o grande vilão do aquecimento global são os automóveis se engana, os automóveis são responsáveis por apenas 13% da destruição da camada de ozônio enquanto a pecuária é responsável por 18% .
É importante revermos nossos hábitos alimentares, não sou vegetariana, mas diante disso o mínimo a ser feito é nos reeducarmos .

São 9 vídeos com o tempo estimado em 8 minutos cada, é valido reservar um tempinho e assisti-los.

Anúncios

Amor fora de moda.

Quando se fala de  “Amor x Sexo” nós mulheres temos um pensamento feminista sobre isso – De que nós do sexo frágil queremos sexo com amor, 
e os homens “machistas” não se importam se o sexo vem acompanhado do amor ou não, desde que venha! – Logo aderimos a esse pensamento machista de que só homens fazem sexo sem amor, mas com sinceridade, por sermos do sexo frágil e por tanto a sociedade reprimir a independência feminina passamos a nos alto – reprimir, e francamente, ultimamente todos esses valores morais que não devem servir exclusivamente a nós mulheres estão sendo deixados completamente de lado. De tanto buscar por direito de expressam, de buscar a igualdade entre direitos de homens e mulheres, o amor acabou caindo pra escanteio. – Amor fora de moda. – Mas falando sinceramente… O que é mais importante? Se permitir fazer sexo sem intimidade, sem afeto, sem respeito pelo conteúdo, não apenas pela embalagem? Valorizar o corpo além da alma?

Sinceramente, se lutar por direitos iguais, faz perder a doçura, a admiração pela pureza pela delicadeza que nós mulheres transparecemos. Eu realmente não quero alcançar totalidade em direitos iguais.

Expressando isso não quero impor que a mulher tem que ser sempre tão intocável, como se fosse quebrar em um toque. Mas deixar de ser Amélia e ser uma mulher que fuja do padrão machista que a sociedade impõe não significa ser vulgar.

Por que você ama quem você ama?

Desligando o computador resolvi dar mais uma olhada em um blog, e encontrei um texto que gostei bastante… Vou colar alguns trechos …

Por que você ama quem você ama?

Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não-fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo à porta.

O amor não é chegado a fazer contas, não obedece a razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo.

Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referenciais. Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca. Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.

Então que ela tem um jeito de sorrir que o deixa imobilizado, o beijo dela é mais viciante do que LSD, você adora brigar com ela e ela adora implicar com você. Isso tem nome.

Ah, o amor, essa raposa. Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados. Não funciona assim. Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo que o Amor tem de indefinível. Honestos existem aos milhares, generosos tem às pencas, bons motoristas e bons pais de família, tá assim, ó!

Mas ninguém consegue ser do jeito do amor da sua vida!

por Martha Medeiros