Vida nova e suas novidades rotineiras:

Tanto tempo que eu não venho aqui, na verdade acabei esquecendo desse diário online… Mas hoje lembrei como eu gosto de escrever aqui. Resolvi voltar, nem que por um só post, para então apresentar a minha vida, vidinha nova que tomou todo o meu espaço de sobra, com um mar de felicidade rotineira!

Imagem

Essa boneca é minha filha Isabel (Isa, Bela, Bebel…) O motivo pelo qual meu coração e minha casa estão cheios… De diversas coisas boas. E nossa carteira vazia, mas isso é o de menos. Mesmo!

Sempre quis ser mãe, na verdade esperava que fosse demorar mais, levei um susto quando aconteceu. E um susto maior ainda por ter me assustado, com uma novidade dessas. Afinal, não é todo dia que se ganha uma nova vida, mas é algo impar.

Imagem

Minha vida mudou tão freneticamente, que não sei explicar quais são minhas expectativas, na verdade, pra esse futuro “próximo” só consigo pensar em correr muito para alcançar autonomia, voltar a estudar e ter um emprego, ter tempo livre sempre que possível pra esse minha “nova vida”. Como a gente nunca se sente totalmente pleno, prefiro não planejar demais. Sei que quando minha agenda encher, vai doer de saudade cada segundo longe.

Também tem gente que diz que quanto menos os outros souberem, mais probabilidade de sucesso. Acho que isso é coisa pra gente sem perspectiva e auto-confiança… Eu só posso dizer que eu vou tentar outra, e outra, e outra porta, cada vez que uma se fechar.

 Imagem

Sei que esse post mais pra frente, vai servir de motivação pra mim, e talvez pra mais alguém.

E antes de terminar, quero só registrar uma coisa crucial nessa minha mudança de vida, que pode também servir de apoio pra quem tem medo de renascer. Como eu. :

Estamos na reta final de mais um ano, e logo vão começar todos os tipos de promessas de mudança. Seja de peso, de emprego, no amor, nas amizades, em todos os ciclos.
A  verdade é que nem sempre as coisas saem como planejado, a verdade é que nossas perspectivas são flexíveis também. Então vamos convir que não à probabilidade de dar tudo certo, ou errado, apenas vai ser diferente.
E então o que eu quero dizer com isso?
Vamos parar por um segundo de querer estabilidade e aceitar que monopólio só pode fazer mal.

VAMOS ACEITAR A MUDANÇA.

Nós somos diferentes sim. Vamos continuar em processo de amadurecimento sim. Se isso vai ser bom ou ruim, não podemos saber. Mas precisamos aprender que o tempo vai passar, se ficarmos estagnados ou seguirmos em frente ele vai passar. O que será melhor? Vai ficar parado aí?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s