O poder de universalizar a primeira pessoa do singular

“Não pense que a pessoa tem tanta força assim a ponto de levar qualquer espécie de vida e continuar a mesma. Até cortar os defeitos pode ser perigoso – nunca se sabe qual o defeito que sustenta nosso edifício inteiro…há certos momentos em que o primeiro dever a realizar é em relação a si mesmo. Quase quatro anos me transformaram muito. Do momento em que me resignei, perdi toda a vivacidade e todo interesse pelas coisas. Você já viu como um touro castrado se transforma em boi. Assim fiquei eu… para me adaptar ao que era inadaptável, para vencer minhas repulsas e meus sonhos, tive que cortar meus grilhões – cortei em mim a forma que poderia fazer mal aos outros e a mim. E com isso cortei também a minha força. Ouça: respeite mesmo o que é ruim em você – respeite sobretudo o que imagina que é ruim em você – não copie uma pessoa ideal, copie você mesma – é esse seu único meio de viver. Juro por Deus que, se houvesse um céu, uma pessoa que se sacrificou por covardia ia ser punida e iria para um inferno qualquer. Se é que uma vida morna não é ser punida por essa mesma mornidão. Pegue para você o que lhe pertence, e o que lhe pertence é tudo o que sua vida exige. Parece uma vida amoral. Mas o que é verdadeiramente imoral é ter desistido de si mesma. Gostaria mesmo que você me visse e assistisse minha vida sem eu saber. Ver o que pode suceder quando se pactua com a comodidade da alma”.

Clarice Lispector

Anúncios

Esbanjando fantasia

ryanlerch_Alice_

Se permitir sonhar é uma dadiva creio que adquirida por todos.

Mas o que gira em torno dessa fantasia é a falta de controle

Quem derá ser tudo tão surreal

A perfeição atrai a todos os instintos

O que falta é sua realidade

Não permita que um sonho seja maior que sua realidade

Á que verdade refere-se ?

Uma das enigmaticas questões que me alto fasso é a seguinte :

” De que verdade refere-se ? ”

Li em um jornal há um tempo atrás que em um dialogo de 1 minuto ( não posso afirmar com certeza, não lembro o tempo exato) , mentimos em média 10 vezes. Talvez por descuido, por algo esquecido, ou para deixar o assunto mais proveitoso, interessante.

Pensando com meus botões, dei-me conta da falta de verdade de cada fala. É engraçado, vou tomar um exemplo comum; Você chega para uma pessoa e conta algo ( esperando impolgação desta segunda pessoa ) , e com todo um ar de esnobe ela responde : e aí ?    Morro de raiva disso, pois me faltam argumentos, e também  não gostaria de sair como rídicula na hitória. Mas se como em quadrinhos, sem você fazer força nenhuma surgisse seu pensamento detalhado expressando toda ignorancia da tal pessoa, e toda uma sequencia de coisas.

mail_0

Tudo bem, tão acostumados a mentir, seria muito complicado acreditar no que a boca diz, enquanto o que você pensa grita sob sua cabeça.

Mas cheguei a conclusão que seria um modo de conssientização eficiente. As palavras adequadas podem te faltar, mas os conflitos de opinião em sua cabeça, não !

cuspi isso agora..

Antes de pergutar, pense em qual seria sua resposta. Antes de questionar, ponha-se no lugar. Antes que possa julgar, olhe atrás e veja as marcas de teus passos que afundas-tes em lodo. Se a matéria é a mesma, sempre guardamos semelhanças. O mal levamos em nossa cabeça, o bem alojamos em nosso coração. O amor foi imposto como significado da vida. A dor, um modo de amadurecer a cada passo dado. A morte foi um modo significativo de nos provar a igualdade. O sorriso foi-nos dado para retribuir, sem nada material. A poesia, um modo encontrado de esbanjar loucura sem perder o controle. As lagrimas, para ter o alivio da alto-redenção. As feridas que tão pouco sicatrisam, servem como lição para que no lugar de armas, levarmos rosas.

Sempre quis conhecer a eternidade, confiei de mais na vida espiritual, no descansso eterno. Todos temos teorias, á muitas nos adaptamos com o tempo. Mas a unica certeza é o vazio, de um passaporte sem explicação, sem remetente, nenhum destino. A monotonia da eternidade anda junto á minha insonia, o meu espiritu é vazio, sem marcas, mesmo antes de mudar o plano espiritual, lentamente esvazia suas lembranças. E essa arma contra lembranças, acaba de perder seu efeito, onde cada um cria sua verdade, a defende, e as respostas que nos faltam, são fantasiadas. O poder a nós conssedido de manipulação, foi por nós mesmos criado, seria ele o dom de passar franquesa, dos contos reais que trilhamos. No lugar disso, abrimos um espasso bem ou mal usado para criarmos verdades não vistas, sentidas. O que eu penso, a ti não diz respeito, mas sempre averá um eixo entre nós, onde um tenta ter sabedoria além do que já foi dito. Tu podes confiar nos meus olhos, escutar o que de meus labios surgem. Mas a unica verdade, mesmo não dita, meu coração quem leva. Podes entender como quiseres, apenas á teu coração, não podes mentir.

Sobre solidão …

Já me disseram que gostam quando posto coisas sobre mim ..
E como o nome do blog esclaresse , esse dialogo entre extremos é como a mudança de opinião isolada em um ser .
E particularmente eu tenho uma graduação nisso, e por mais que isso seja constante e pouco notado, levo cicatrises graças a essas mudanças .
Mas ao que quero me referir não se trata de mudança de opinião, mas talvez de vida .
Muitos falam, poucos ouvem, mas muitos sentem.
Independente das circunstâncias para chegar no ponto “só” ninguém procura por isso .
Minha intenção não é fazer um poema, para que encham meu égo com elogios, eu quero olhos e ouvidos ligados nesse tema, eu quero uma reflexão sobre isso . É bem fácil se alto deprimir, se dizer sem amigos, enquanto em sua casa tem uma família, e braços abertos te esperando, até discussões diárias. Enquanto alguém agora entra em casa , e se depara apenas com a própria sombra.

Eu sei que infelizmente não vou conseguir passar a mensagem que gostaria de passar.

Solidão é um grito sem retorno.